menu >
Georg Brintrup logo

biografia


Georg Brintrup, fotografia

Nasceu em Münster, Alemanha, onde eu estudou jornalismo, história da arte e línguas e culturas neolatinas – Com 15 anos de idade, começou a fazer filmes em 8mm e a realizar seus primeiros ensaios fotográficos com uma Hasselbladt 1000F – Entre 1968 e 1971 faz filmes para o Teatro Municipal de Münster – Junto com alguns atores do teatro roda meus primeiros curtas autorais. A partir de 1972, estuda cinema em Roma, no Istituto Superiore di Scienze e Tecniche dell'Opinione Pubblica (ISOP) – Parte de seu trabalho de conclusão de curso, intitulada "Literatura em Filmes" (1975) foi um curta-metragem "I miei Miracoli" (Os Meus Milagres), inspirado em sete poemas de Else Lasker-Schüler.


Em Roma, teve a ocasião de frequentar os sets de filmagens de alguns dos mais renomados diretores de cinema como Roberto Rossellini, Federico Fellini, Pier Paolo Pasolini e Luchino Visconti. Em 1974, conheceu o diretor franco-alemão Jean-Marie Straub e sua mulher e colaboradora Daniele Huillet, durante a filmagem do musical "Moisés e Abraão", de Arnold Schönberg. Nos anos seguintes, estreita sua amizade com o casal e passa a colaborar com ambos, tendo trabalhado como ator em dois filmes do diretor, "Klassenverhältnisse" (Relações de Classe) e "Der Tod des Empedokles" (A Morte de Empédocles).


Até 1976, realizou filmes como cineasta independente e, em 1977, passa dirigir filmes para televisão e programas de rádio, principalmente para emissoras alemãs e italianas.


Até 1976, realizou filmes como cineasta independente e, em 1977, passa dirigir filmes para televisão e programas de rádio, principalmente para emissoras alemãs e italianas. Alguns dos filmes musicais mais conhecidos que escreveu e dirigiu: Poemi Asolani (1985) - Raggio Di Sole (Raio de Sol) (1996) - Luna Rossa (Lua Vermelha) (1998) - Palestrina (2009) - La Rete Di Santini (a rede de Santini) (2013) – Trilogia brasileira: Symphonia Colonialis (1992), O Trem Caipira (1994), Tamburi e Dei (Tambores e Deuses) (2002) e os filmes literários Ich räume Auf (1979), Penn'a Du (1981).


Os programas de rádio mais conhecidos que escreveu e produziu para a rádio alemã SWF de Baden-Baden (atualmente SWR), conhecidos como filmes acústicos: Allein Mit Meinem Zauberwort(1977), sobre a vida da poeta alemã Annette von Droste Hülshoff - Ich Sterbe Am Leben Und Atme Im Bild Wieder Auf (1979), sobre a vida da poeta alemã Else Lasker-Schüler - Bis Wohin Reicht Mein Leben (1982) sobre a relação entre Maria Rilke e Lou Andreas Salomé - Pausen Des Schweigens (1986) sobre compositor Gian Francesco Malipiero - Nicht Ich Habe Angst, Die Angst Hat Mich (1990) sobre Gustav Meyrink - Die Akzeptierte Tragödie (1991) sobre a vida e obras de Hermann Graf von Keyserling.